Novo endereço


Pessoal, agora o site pode ser acessado por um endereço mais facil… http://edney.co.cc … bem mais facil não é?

Categorias:Software

Acho que vou tentar fazer um desses qualquer hora dessas…


Categorias:Arte, Design

É legal ou não é? o que acham?


Categorias:Design, LivingSmall

Descubra quais os prazos de validade de alimentos variados


Fonte: Site Terra

Camila Gomes e Juliana Crem

O congelamento de alimentos é um processo simples e que torna a vida muito mais fácil. Com o dia a dia corrido de atualmente, tudo que puder facilitar a vida é sempre bem-vindo. Mas o congelamento, além de requerer técnicas e organização, para que nenhum alimento seja perdido ou estragado, também tem prazo de validade variável, de acordo com o tipo de ingrediente utilizado e o método de preparo. Para desvendar os mistérios do congelamento, o Terra conversou com dois profissionais experientes no assunto: o chef Arturo Frank, do Fulana, e Dalva Franco Zanforlin, do Centro Técnico de Culinária Trem da Alegria.

 

”Os alimentos devem estar sempre limpos e ser de boa qualidade. Eles devem ser dispostos em embalagens apropriadas, como potes plásticos ou de vidro ou sacos plásticos próprios, preferencialmente retirando o ar do invólucro”, ensinou Arturo, que recomenda que os alimentos sejam congelados por, no máximo, três meses.

 

Dalva dá aulas sobre o assunto e contou que alimentos com muito amido não devem ser congelados, por soltarem muita água. “Na hora de descongelar, o ideal é que o processo seja feito na geladeira sempre, porque fungos e bactérias se proliferam muito rapidamente se o processo de degelo não acontecer sob refrigeração. Além disso, uma vez descongelado o alimento não pode voltar ao freezer”, ensinou.

 

Confira as dicas dos dois profissionais quanto a prazos e alimentos. Se quiser saber mais sobre o assunto, contate os profissionais:
– Arturo Frank, do restaurante Fulana: (11) 2283-6575.
– Dalva Franco Zanforlin, do Centro Técnico de Culinária Trem da Alegria: (11) 2917-2568/2917-3695.

Fotos: Getty Images

Leia mais…

Como transformar um cartão de crédito velho em algo útil…


Cartões de crédito são ótimos para se gastar dinheiro sem pensar muito. Bem, ao invés de gastar dinheiro, use este truque inteligente guia de faça-você-mesmo para lhe render algumas moedas. Isto também irá lhe ajudar a manter seus fones de ouvido um pouco mais organizados.

Leia mais…

O iPad2 é tão poderoso quanto um supercomputador dos anos 80


Texto: Gizmodo

Ah, a tecnologia. Uma fera em constante mudança! A evolução é tanta que um simples iPad 2 tem o mesmo poder de processamento do Cray 2, um supercomputador gigantesco com quatro processadores que foi considerado o computador mais rápido do mundo em 1985.

Mas, bem, 1985 faz muito, mas muito tempo, então era de se esperar que nossa evolução fosse assim. Só que o mais impressionante dessa história é a capacidade de diminuir um supercomputador que, segundo o NY Times, “tinha o tamanho de uma grande máquina de lavar” e era “refrigerado por imersão em um líquido chamado Flourinert, desenvolvido pela 3M, e que era normalmente utilizado como substituto de sangue humano durante cirurgias” e colocá-lo dentro de algo que parece um caderno fininho.

E eles só testaram um dos núcleos do iPad 2. Quando eles testarem ambos, a expectativa é que o iPad 2 encare supercomputadores de até 1994. [NY Times Bits]

Crédito da imagem: Cray Supercomputers

Uau³


Texto: TrendHouse Pepsi

Você já ouviu essa música… mas talvez não tocada em taças

“Toccata and Fugue in D Minor”, do compositor alemão Johann Sebastian Bach, virou praticamente símbolo sonoro para cenas de terror.

De “Dr. Jekyll and Mr. Hyde” (1931) a “O Aviador” (2004), passando por “Fantasia” (1940), “Crepúsculo dos Deuses” (1950) e “Gremlins 2″ (1990), uns 50 filmes têm a composição em sua trilha sonora – isso porque não falamos de episódios de séries como Supernatural, Smallville e House.

Essa introdução foi para dizer: sim, é bem provável que você já tenha ouvido essa música. Mas pouquíssimo provável que a versão tenha sido tocada em taças de vidro, como faz esse senhor, chamado Robert Tiso, com desenvoltura invejável.

A mim ele impressionou. Mas talvez porque o máximo de Bach que eu consegui foi uma introdução sem vergonha num pianinho que eu tinha. Umas sete notas, com uma mão só, no melhor estilo Maestro Zezinho.

Via Neatorama.

Categorias:música, Show

Virou desejo de consumo essa Kombi…


Categorias:automóveis, música, Show Tags:, , , ,